Convidados para fazer a cenografia do evento, empresa surpreende com conceitos contemporâneos e estabelece uma nova tipologia

Presente e futuro. O que estamos vivendo e tudo que está por vir. Tecnologia. Inovação . Hiperconectividade. O Futurecom que é considerado um dos maiores eventos de transformação digital da América Latina, aconteceu dos dias 28 a 31 de outubro, no São Paulo Expo. Após alguns anos, re-estreando os trabalhos de arquitetura cenográfica nesse evento, a empresa BUENO Arquitetura Cenográfica, que é especialista na transformação de espaços, foi convidada pela Informa, para assinar os ambientes do complexo FUTURE CONGRESS com 5 plenárias paralelas e uma plenária principal, os lounges de relacionamento e lounge dos palestrantes. Os auditórios Payment, Gov e JUD, além da área 4CORP, Arena 4CORP, lounge do expositor, salas VIP e espaço Futuretech.Todos recebendo conteúdo de grandes especialistas do Brasil e do mundo. 

Um encontro tão tecnológico e marcado por lançamento de tendências, precisava de uma cenografia que sintetizasse e evidenciasse esse contexto. Com um conceito totalmente orgânico, os ambientes foram pensados como uma ruptura da tipologia utilizada em espaços dentro de pavilhões. O projeto vai além da ocupação espacial e funcional, ele superou estereótipos para estabelecer referências inovadoras, mas, principalmente, para despertar experiências na relação usuário e espaço. 

Área 4CORP  e Arena 4CORP 

A sala 4CORP era um ambiente para receber os convidados “vips” e foram projetados como espaços fechados e privativos, mas completamente inclusivos devido a total visibilidade ao entorno, além disso propiciava o acesso exclusivo à Expo para esses convidados. O conceito circular e  compacto, mesmo com a suavidade das curvas e das transparências passava uma sensação de solidez.

A Arena 4CORP também conceituada com formas arredondadas e elementos tridimensionais, com aberturas espaçosas e democráticas. Quem estivesse dentro da arena conseguia enxergar as pessoas do lado de fora, assim como quem estivesse fora também visualizava os conteúdos passando nos telões e os acontecimentos nos palcos. A aplicação das linhas circulares aliadas ao recurso das luzes, geraram um efeito de espaços suspensos. A cor preta complementava com total sofisticação.


Para o diretor de criação e arquiteto da BUENO, Ricardo Bueno, a simplicidade dos elementos é que fizeram a grande diferença. “Utilizamos recursos simples, mas revisitados, numa composição limpa que ficou muito bonita e funcional. O componente que fez a diferença depois das formas foram os acabamentos em preto, que resultaram num tom mais requintado e uma plástica autêntica. Sem exageros”, explica. 

Lounge do Expositor

Esse ambiente foi projetado com uma técnica que é expertise da equipe BUENO, o manuseio com tecidos tensionados aplicados à técnica de cobogó, que já foram tema de uma matéria exclusiva. Os expositores tinham acesso a uma área de relacionamento e duas salas de negócios, emolduradas por formas orgânicas e inusitadas que deixavam esses ambientes intimistas e acolhedores.


Futurecom Congress 

Provavelmente um dos espaços mais importantes do evento, o Futurecom Congress, era um grande complexo de conteúdo e experiência dividido em 5 plenárias paralelas e 1 plenária principal que recebeu o nome de Encontro dos Líderes do Setor. Um túnel de entrada projetado em led transmitia de forma subliminar a mensagem do evento: sejam bem-vindos ao futuro. A plenária Encontro dos Líderes foi o espaço para debater sobre o futuro digital e todas as possibilidades que virão a partir dele, além disso foi a área na qual a cenografia e a iluminação materializam a representatividade da experiência. Nessa plenária foi possível a imersão com vivências e emoções, através de um fundo infinito estrelado, peças tridimensionais representando conexões, uma grande tela de led e o elemento aéreo que provocou imaginários e presenteou o público com cenas sensoriais através da iluminação, como uma grande nave pousando sobre as pessoas.

As  plenárias paralelas inseridas nesse complexo ganharam destaque por utilizar acabamentos e formas diferenciadas. Com o uso da técnica de cobogó aplicada em tecidos tensionados, o objetivo era compor paredes, permitir visibilidade entre os espaços através das “janelas” , causar impacto pela ruptura com uso dessa técnica é essencialmente provocar os sentidos com cores e texturas diferentes. 

Para a arquiteta e designer, Leila Bueno, a cenografia de FUTURECOM reuniu um conjunto de requisitos que superaram todos as expectativas, tanto do cliente quanto do visitante. “Além de todos os atributos tangíveis percebidos  através da aplicação dos materiais, a maior transformação está na aplicação dos intangíveis como formas e usabilidade, através das texturas, cores, formatos orgânicos e transparências, que propõem uma ruptura com a rigidez e o rigor com que costumamos nos deparar nesse tipo de evento. Isso também é mérito do cliente que é muito visionário. A BUENO Arquitetura Cenográfica está implantando uma nova tipologia em pavilhões, superando paradigmas. Estamos muito felizes com essa entrega”, conta.