Há algum tempo fala-se muito sobre como despertar sensações através da arquitetura cenográfica. Ou seja, não basta entregar para o cliente uma ambientação de espaço incrível. Metricamente calculada, bem projetada e com preços acessíveis. Hoje em dia, mais do que nunca, exige-se que a cenografia de um evento possa passar algum tipo de mensagem e, principalmente, despertar sensações. Nesse contexto, nunca foi tão importante falar sobre arquitetura sinestésica, que, de forma geral, trata-se de combinar e explorar os cinco sentidos como um convite para despertar... Leia mais...