“O arquiteto transforma solicitações funcionais, sociais, simbólicas, materiais e contextuais em um projeto que por fim se materializa em formas e ainda prevê os usos e experiências das pessoas em relação aos espaços materializados”. Josep Maria Montaner Espaços materializados são relacionados com o tempo de vida, de permanência e de existência e pelas experiências que propiciaram. Na arquitetura efêmera, a relação tempo está diretamente ligada à experiência. Fisicamente pretende impor limites de duração, mas emocionalmente, propõe e se dispõe a ser perene. Não é possível... Leia mais...